Biografia da Pianista Vera Prokic

Peixe
retrato de Vera Prokic

Desde a idade de cinco anos, a altura em que iniciou os estudos musicais no Convento Beneditino da cidade natal de Zadar, Croácia, todo o percurso da formação musical de Vera Prokic foi marcado pela excelência, empenho e consequente acompanhamento pedagógico pelos mais conceituados pianistas e professores croatas, incluindo o célebre Eugen Timakin.

Com o prémio da melhor aluna do Curso Secundário de Música deu-se o início precoce da sua carreira profissional: foi convidada ao Festival da Criança de Šibenik, Croácia, onde executou o Concerto para Piano de Edward Grieg com a Orquestra Sinfónica de Zagrebe. Seguiram-se vários concertos a solo na ex-Jugoslávia e gravações para a Radiotelevisão de Zagrebe.

Após a conclusão do Curso de Piano de cinco anos, Variante Artística, pela Escola Superior de Música de Zagrebe, Classe de Prof. Vladimir Krpan, ganha o melhor prémio no Concurso Pianístico da ex-Jugoslávia, e ingressa na Escola Superior de Música de Viena, onde faz uma pós-graduação com o Prof. B. Czuberka e estuda música de câmara.

Esta ampla e polivalente formação orienta as suas actividades para as mais prestigiadas instituições artísticas e pedagógicas da capital croata.

Ao longo de quinze anos foi professora efectiva no Conservatório Nacional e professora acompanhadora na Escola Superior de Música. Ao mesmo tempo, e durante um período de dez anos, fez parte da Orquestra Filarmónica de Zagrebe como cravista, organista e pianista. Durante várias temporadas desempenhou igualmente o cargo de maestra correpetidora na Ópera Nacional.

Também fez várias actuações no internacionalmente conhecido Festival de Verão de Dubrovnik, e teve uma longa colaboração como camerista no Festival Mundial de Música Contemporânea de Zagrebe, onde desenvolveu trabalhos com os maiores compositores de música contemporânea, tais como Berio, Cage, Penderecki, Kagel, Detoni e muitos outros. Os seus mais importantes recitais distribuíram-se por ex-Jugoslavia, ex-União Soviética, Grécia, Itália, Áustria, Hungria, França e Alemanha. Também fez programas de televisão e de rádio, e gravações para Jugoton, a maior editora de música da ex-Jugoslávia.

Hoje em dia ainda colabora regularmente com o programa “Música e Palavra“, emitido pelo 3º Programa Radiofónico de Zagrebe, para o qual escreve textos teóricos e críticos.

Partilhar